quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Mas o que é que se passa contigo Porto?


A questão está colocada. O que é que se passará com este FC Porto que vai somando derrota atrás de derrota? 
Desta vez foi para a Taça CTT, os azuis e brancos estão fora da competição depois da derrota por 1-0 em Famalicão. O golo de Mauro Alonso aos 59' chegou e bastou para afastar os Dragões da Taça da Liga. Mais uma derrota na semana de estreia de José Peseiro que, ao que parece, vai ter muito trabalho até ao próximo domingo. 

As estreias e as surpresas 
Para o seu último onze no comando técnico dos azuis e brancos, Rui Barros decidiu não só apostar num onze muito diferente do utilizado o campeonato, mas aproveitou também a oportunidade para dar lugar aos mais novos sendo que o sul coreano recém contratado, Suk, teve esta noite a sua estreia com a camisola portista.

Como seria de esperar, o FC Porto entrou decidido a marcar muito cedo no jogo e o 4x1x3x2 com Suk e André Silva na frente ainda criou algumas dores de cabeça à defesa de Famalicão, mas enganou-se quem pensou que a defesa famalicense facilitou a vida aos Dragões. 

A equipa comandada Daniel Ramos foi aproveitando as desatenções da defesa e do meio-campo azul e branco como pôde. Aos 8' Chico aproveitou o excelente passe de Diogo e saltou por entre os centrais, a sorte de Helton esteve mesmo na falta de pontaria por parte do avançado do Famalicão. 

O tempo ia passando  e aos 26 não fosse Chastre e Suk acabava mesmo por marcar. Depois de uma tabela combinada com André Silva o sul coreano ainda rematou forte, mas a atenção do guarda-redes famalicense acabou por negar a estreia no marcador. 


Até ao intervalo o domínio permaneceu, e aos 42' não fosse Joel Monteiro a tirar o pão da boca de André Silva e o golo estava feito, mas a verdade é que o resultado não mais se alterou. E se a equipa da casa ia para o intervalo motivada por conseguido fazer frente ao poderio azul e branco, o mesmo não se passava no FC Porto, que precisava de pontos, e de golos, para poder passar à próxima fase da competição.

E quem não marca....

A segunda parte arrancou como tinha terminado a primeira. Um FC Porto forte, cheio de tentativas e de oportunidades, mas a dar de frente com Chastre. E já quando todos achavam que o golo azul e branco estava por perto eis que os azuis e brancos acabam surpreendidos. 

Num contra-ataque Mauro Alonso aproveitou o passe de Chico para trair Helton aos 59' e fazer o 1-0 para a equipa da casa. Um golo bom, mas que fazia Helton fazer má figura para a fotografia. Acreditava o Famalicão, mas Rui Barros não. Por isso mesmo, no minuto seguinte fez sair Rúben Neves para dar entrada a Corona. 

Jogo rápido e concretização era o que era preciso, mas a verdade é que os azuis e brancos acabou por não reagir como era esperado. O tempo ia passando e o golo teimava em não parecer. Teimoso também estava Chastre que à medida que o FC Porto ia furando ele ia defendendo. 

Feitas as contas, o FC Porto está fora da Taça da Liga após as derrotas com o Marítimo e com o Famalicão. É caso para dizer que Peseiro terá dores de cabeça mais do que suficientes na 1ª semana de trabalho.... principalmente com os adeptos. 



Mariana Cordeiro Ferreira