domingo, 18 de setembro de 2016

Casei contigo


Porque é que há-de ser assim tão complicado para a grande maioria das pessoas perceber que eu gosto de futebol? Já nem falo do trabalho, estou a falar do futebol em si. Eu gosto de ver futebol, gosto de me sentar no sofá ao fim de semana e do número 19 para a frente tudo o que vier à rede è peixe. 

É chato para quem vive comigo ter de aturar estas cenas? É. Mas eu sou mesmo assim. Mesmo que não tenha de escrever sobre o jogo que está a dar eu vou ver, gosto de ver, de conhecer, de procurar, de estar atenta. 

Eu sou pior do que os homens. Juro que envergonho quem vai comigo aos estádios quando me passo. Mas da mesma maneira que entro em casa em Alvalade, também faço questão de fazer os possíveis para ir à Luz e ao Dragão uma vez por ano. 

Porque para além de ser sportinguista, eu gosto mesmo é do futebol. E é por ele que eu passo horas e horas agarrada a edições, a wordpress, a imagens, a análises e a mil formas de inventar uma maneira de mostrar que por dinheiro a grande maioria das coisas é feita, mas sem amor, não tens uma palavra escrita. 

Mariana Cordeiro Ferreira