domingo, 5 de fevereiro de 2017

Uma mulher a ver futebol


Sou mulher, sou jornalista desportiva e gosto de futebol. A combinação destas 3 situações na cabeça de alguém do sexo masculino muitas vezes é confusa. Eles começam logo a imaginar que eu gosto de ver futebol porque tem "os gajos giros" ou então imaginam-me a gritar penalti numa falta a meio-campo. 

Tem piada? Pois tem e o que mais tem piada nos dias de hoje é puder mostrar o contrário. Ora bem, como é que eu sou a ver futebol? Não difiro de muitos outros homens. Muitas vezes vou ao Estádio sozinha, até porque tenho a companhia de todos os que lá estão. Tento comportar-me quando estou nesse ambiente, mas também grito com os jogadores ou com o árbitro quando é preciso. Canto com as claques, bato palmas, reclamo e festejo como tantos outros (e outras!) que por lá estão. 

Quando estou em casa é diferente, sento-me no sofá à frente da televisão e nos primeiros minutos limito-me a ficar calada, a observar, a ver como é que as coisas estão a correr, mas a partir dos dez minutos as coisas começam a mudar.... Começo a gritar "olha na esquerda!" .... "Cuidado com as costas", "Corre que ninguém te vai comer as pernas!". Sim, eu falo com a televisão, sim, eu grito com a televisão, sim eu vejo o jogo e às vezes só me apetece bater naquelas criaturas. 

Poucas são as vezes em que eu não digo que se fosse eu a treinar a equipa chegava ao intervalo e sentava-os a todos e distribuía estalos de uma ponta a outra.... Irrita-me ver um jogo em que a minha equipa estando a ganhar ou a perder não joga bom futebol. 

Eu grito "falta" quando acredito que aquilo que vi era falta, mas tenho o bom senso de só gritar penalti quando aparece a repetição e verifico que efectivamente o árbitro errou. Sim, isto foge ao comum, sim, eu sei que isto não é normal para um homem que vê futebol, muito menos para uma mulher. 

Mas a verdade é que uma mulher também gosta de ver e também sabe ver as coisas como deve de ser. Eu gosto de futebol, sou mulher, sei ver as coisas e o maior gosto que tenho é poder escrever sobre este amor que me acompanha deste sempre e no dia em que alguém duvidar do meu amor por isto o meu convite está feito.... venham ver um jogo comigo! 


Mariana Cordeiro Ferreira