quinta-feira, 11 de maio de 2017

A perder títulos assim, não há coração que aguente!



Apesar de matematicamente o campeonato ainda não estar decidido, dificilmente o título de campeão fugirá ao SL Benfica. Sou suspeita para falar, mas apesar dos encarnados conquistarem o Tetracampeonato, esta época fica mais conhecida por duas denominações: campeonato da treta ou liga Salazar. Com a primeira concordo, a segunda não, uma vez que dizem por aí que o Salazar nem benfiquista era, mas adiante...
Vou explicar porque motivo concordo com o campeonato da treta... houve tantas falhas, que por mínimas que sejam, podem realmente ter decidido um campeonato. Falhas imperdoaveis dos árbitros também, mas para mim a maior falha foi dos adversários... O FC Porto teve o título na mão, mas não agarrou, não quis, desperdiçou! Isto sim foi uma verdadeira treta e impensável acontecer há uns anos atrás, tendo em conta termos ganho campeonatos na reta final e com vitórias históricas.

Mas chegar à reta final a cinco pontos do líder é difícil de aceitar, uma vez que em muitas jornadas estavamos apenas a um ponto... Há alguém capaz de me explicar como é que em sete jogos o FC Porto empatou CINCO? Cinco empates é demasiado desperdício. Se por um lado é bom não perder, por outro é péssimo não ganhar. E pensar que desses cinco empates, dois foram em casa. Em casa, na nossa fortaleza, com um apoio incrível do inicio ao fim. Chega! Basta de acreditar e de dizer "para o ano é que vai ser" - porque a jogar assim, nem daqui a 10. É duro pensar assim, mas é verdade. É inadmissível, um clube que dominava as competições internas estar há quatro épocas sem ganhar um único título. Claro que não vencendo não pode investir em jogadores e treinadores... Mas os milagres não acontecem, é precisar fazer mais, jogar mais e mudar, completamente, a dinâmica de um clube que está a ficar irreconhecível. Se há uns tempos era temido por muitos, nos dias de hoje torna-se uma presa fácil. E isto sim, é uma verdadeira treta!

Não há Jesus nem Espírito Santo capaz de fazer jus à vinda do Papa a Portugal... quem se continua a rir é o "não treinador" Rui Vitória. E nós adeptos rivais, cá estamos a ver o tetra dos outros, quando sabemos tão bem, o quão perto esteve este título.



Filipa Mesquita