terça-feira, 27 de junho de 2017

A resposta


Desafiada pela mesma, hoje escrevo um texto no mesmo segmento e como que "respondendo" à Mariana.

Em relação à maioria do texto, a minha opinião é a mesma que a da Mariana. Há muito tempo que o futebol deixou de ser só jogadas brilhantes, defesas fascinantes e golos de tirar o chapéu, O futebol deixou de ser um desporto para se tornar num negócio e num jogo de interesses.

Como em todos os jogos de interesse, o rei não é o futebol mas sim o dinheiro e o poder. No futebol, para se conseguir ter poder, é preciso estar num clube ganhador e com influências. Influências há em todo o lado, e o maior exemplo que temos disso no futebol português é o facto de o Presidente da Liga ser eleito pelos próprios clubes.

Há um ditado que diz "uma mão lava a outra" , ou seja, ajudas-me agora e eu dou-te uma ajudinha mais lá para a frente. Isto é a realidade do futebol português, enquanto que a liga de clubes e o conselho de arbitragem não tiverem departamentos individuais, irá sempre haver maneira de ocorrer tráfego de influência, por muito mínimo que seja.

Agora passando para o caso dos e-mail's e de terem medo do Benfica. Eu não acho que tenham medo do Benfica, concordo que é o clube com mais influência, basta ver a diferença de quando o Benfica é campeão e quando os outros são campeões, até o Governo admitiu que prefere o Benfica campeão porque é o clube que gera mais dinheiro.

Se tivessem medo do Benfica, nada disto dos e-mails se sabia, não é por isto poder vir a não dar em nada que a razão seja o medo do clube, também não deu em nada no apito dourado e o Porto era o clube dos três grandes com mais impacto nesse escândalo.

É óbvio que não fazerem nada causa revolta, causa revolta porque parece que estão a dar a ideia de que o dinheiro compra tudo, que ganhar os jogos por causa do jogo jogado não é suficiente, que para ganhar é preciso ter ajudas externas e isso não é correto.

No caso em específico dos e-mail's, é óbvio que algo se passa, ou então logo na primeira vez que se falava nisso, o Benfica vinha prontamente desmentir, coisa que não o fez.

Mas será que é corrupção? Nos e-mail's que foram postos em público, em nada se parece com corrupção e quanto muito podem falar de tráfego de influência, que não é ilegal.

Depois, e assim como no apito dourado, caso os e-mails e sms tenham sido obtidos de forma ilegal, não podem usar isso em tribunal, e neste caso em particular ficam sem provas, o que faz com que não aconteça nada.

Mas mesmo que assim seja, ninguém livra o Benfica da vergonha, não só nacional como internacional, e da vergonha dos adeptos, que não têm culpa que por causa de meia dúzia de gatos pingados, o bom nome do clube fique manchado.

É óbvio que em todos os clubes há gente desta, que não quer saber do clube e só se quer aproveitar, não é só no Benfica que isto acontece mas em Portugal escolhe-se tapar os olhos, E depois vêm os comentadores para a televisão atacarem-se uns aos outros quando não têm sequer moral para abrir o bico sobre este tema.

Enfim, agora só nos resta esperar pelo desfecho deste episódio, mais um na história do futebol português, que só vai servir para os ditos adeptos de futebol, quando ficarem sem argumentos para falar,o utilizarem como forma de ataque ao rival.

Bárbara Pereira,