terça-feira, 11 de julho de 2017

E já passou um ano





E já se passou um ano desde que fomos campeões europeus.

Já se passou um ano desde que eu chorava compulsivamente de tanta felicidade que estava a sentir.
Desde o ínicio que eu disse ao meu pai que íamos ser campeões europeus e ele disse que eu era muito crente. Não estávamos a jogar nada de especial e éramos a seleção dos empates, mas mesmo assim a minha fé nunca me abandonou.

Desde 2004, quando perdemos na final perante a Grécia em nossa casa que eu sabia que a nossa vez ia chegar e chegou, no dia 10 de Julho de 2016, fomos campeões da Europa e com um golo da personagem mais improvável de sempre, o Eder.

Ainda é hoje o dia que fico emocionada com as imagens do Euro 2016, fico emocionada com a música escolhida que por vezes passa na rádio, ainda tudo parece um sonho, a verdade é que já se passou um ano e eu contínuo sem acreditar.

No ano passado estava eu nas urgências do hospital ansiosa que eles se despachassem porque queria ver o jogo, mas a verdade é que fiquei lá, na zona da pediatria, a ver o jogo no computador.

No momento do golo não pude gritar por causa das outras crianças mas pude pular e chorar de tanta felicidade. Os enfermeiros pintados de verde e vermelho percorriam aquele hospital a gritar e a festejar.

Foi uma maneira diferente de festejar. Óbvio que preferia ter estado na rua, a festejar com o resto dos portugueses que como eu, não conseguiam conter as suas emoções mas também foi engraçado.

Festejou-se pelo mundo e achem injusto ou não, os campeões da Europa somos nós. Infelizmente não conseguimos vencer a Taça das Confederações mas não podemos ter tudo.

Agora o nosso pensamento é só um, que venha o Mundial.



Bárbara Pereira