terça-feira, 25 de julho de 2017

O mercado do Benfica


Faltam mais ou menos duas semanas para o primeiro jogo oficial do Benfica e pelo que estou a ver da pré-época, muito trabalho tem de ser feito.

Confesso que, por motivos pessoais, não tenho seguido os jogos da pré-época como gostaria mas do pouco que vi, pouco ou nada me fez dar pulos de alegria.

Numa época do tudo ou nada, em que já conquistamos o Tetra e queremos ir atrás do Penta, devíamos estar pelo menos a contratar melhor e a fazer melhores negócios.

Perdemos três peças fundamentais e todas elas na defesa, e fora o regresso de Bruno Varela, o Benfica ainda não contratou ninguém para este setor.

André Moreira caiu por terra, o nosso eixo central sem o Luisão parece que vai desabar, Pedro Pereira é uma incógnita.

Do lado esquerdo esperemos não perder ninguém, com Grimaldo e Eliseu, ainda temos o Hermes, que ainda não me inspirou muita confiança mas vamos vender o Marçal por 4,5 milhões de euros, um lateral já habituado ao futebol português e à Europa.

Para o meio campo contratou-se Martin Chrien que apesar de novo, já deu muito boas indicações e é um 8 puro, um box-to-box. Krovinovic ainda não jogou mas pelo que vimos no Rio Ave tem futuro, basta saber se num grande rende tanto como em Vila do Conde.

Nas alas entrou Chris Willock proveniente do Arsenal. Pelo que deu para ver nesta pré época, tem muito boa visão de jogo, bom tecnicamente, cruzamentos tensos para a área, mas joga no lugar de Cervi e Rafa, vamos ver como é que Rui Vitória vai gerir tanto jogador para as linhas.

Na frente de ataque a mesma coisa, muito se fala na venda de Jimenez mas até agora nada de concreto e a verdade é que o Benfica fica com Jonas, Mitroglou, Jimenez e Seferovic. 
O suiço tem causado muito boas impressões fazendo par com Jonas, parceria esta que parece começar a dar frutos.

Mas apesar disto tudo, é curto para enfrentar os rivais. O Sporting anda a gastar milhões e a contratar bem, nomes como Acuña, Bruno Fernandes, Mathieu ou Doumbia já fazem parte do plantel e têm mostrado serviço.

Se o Benfica quer ser Penta tem de ir ao mercado, e para além de um guarda redes que entre de caras, tem de ir buscar um central que pegue de estaca. Rubén Dias e Kalaica são jovens muito promissores mas já deu para ver que sem o Luisão, a defesa anda às aranhas.

Mas o mais irritante disto tudo é que não trazem certos jogadores por causa de salários elevados mas gastam 9 milhões no Saponjic e no Luka Jovic, para depois os emprestarem, ou então em jogadores como o Ola John para depois os venderem por 2 milhões de euros.

Tudo bem que nem todos as apostas são acertadas, mas podem dar balúrdios por certos jogadores, mas não podem abrir um bocado os cordões à bolsa para trazerem jogadores já feitos e que entrem de caras no onze.


Bárbara Pereira