domingo, 3 de setembro de 2017

Desvalorizar os próprios jogadores


O mercado de transferências fechou em Portugal na passada quinta feira mas aqui no nosso país ainda dá que falar.

O Sporting é o protagonista com dois casos. Primeiro Adrien, que espera a decisão da Fifa para ver realizada a sua transferência para o Leicester e William Carvalho que recebeu ou não propostas do West Ham.

Eu vou falar do caso do William porque fiquei demasiado incomodada com o presidente do Sporting.

Eu não sei se houve ou não propostas pelo jogador mas William foi dos nomes mais falados para sair dos leões.

Talvez os jornais só quisessem vender, mas não foram só os jornais a dar conta do interesse da Europa no médio, também os programas da televisão, nomeadamente o Mais transferências , falaram nessa possível saída.

Mas isso não interessa, interessa é que Bruno de Carvalho veio a público dizer que não recebeu nem uma nem duas propostas por William, não recebeu nenhuma.

Qual é a necessidade de vir a público dizer isso? Podem ter perguntado sim, mas ele percebe que está a desvalorizar um ativo seu?
Porque a meu ver, quando não há nem um clube que seja interessado em tal jogador, é porque talvez ele nem seja bom, ou pelo menos não deu não fez nada durante a época que o tenha feito destacar-se.

A meu ver ele desvalorizou o seu jogador e isso incomodou-me imenso. Só o William sabe a verdade, uma vez que Sporting e West Ham não se entendem mas imaginem que houve propostas, como é que acham que o médio se sente a ouvir o seu presidente dizer que ninguém o quis?

E mesmo que não tenha havido propostas, é humilhante o próprio presidente vir dizer que ninguém o quis contratar.

Bárbara Pereira