quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Para ser diferente


Hoje resolvi fazer um texto diferente. Este blog enche linhas atrás de linhas sobre futebol, enche linhas e linhas de opinião sobre diversos jogos, treinadores, situações caricatas... e hoje vai encher-se de linhas sobre ele mesmo. 

Há quatro anos e pouco, quando arranquei com o 1º artigo por aqui tinha um objectivo em mente: fazer do futebol no feminino um órgão de informação desportivo apenas e só escrito por mulheres. Entretanto os tempos foram avançando e a verdade é que aquilo que o FF era no início já deixou de o ser, mas a essência continua cá. Já não temos antevisões, entrevistas, resumos de jogos e crónicas, mas contamos com artigos de opinião única e exclusivamente escritos por mulheres. 

E na minha mais modesta opinião, apesar de termos tido coisas muito boas ao longo destes quatro anos, o melhor é ver o quanto crescemos. O quanto as pessoas gostam ou não gostam, concordam ou não concordam com aquilo que por aqui escrevemos, porque em boa verdade, até quem não gosta, acaba por passar por aqui para ver do que falamos. 

Há coisa de dois anos, fizemos um inquérito anónimo aos leitores e houve um (ou uma) que nos comentários finais nos pediu para "acabarmos com esta palhaçada", ora, antes de mais nada: Obrigada, porque para saber que era uma "palhaçada " teve de passar por aqui, digo eu, para vir ver. Depois deixe-me só dizer-lhe que não há ninguém que consiga agradar a toda a gente e é por isso mesmo que por aqui vamos tendo textos de mulheres afectas aos 3 grandes. Seguidamente deixe-me informar que não atendemos ao seu pedido porque, felizmente, são mais aqueles que nos apoiam e que nos dão os parabéns do que aqueles que nos consideram umas palhaças como disse. 

Eu não tenho problema nenhum em dizer que foram milhentas as vezes em que pensei desistir, até porque as dores de cabeça, as chatices e o trabalho que isto implicou foram muitas. Mas não o fiz e porquê? Por culpa de quem vem cá ler cada vez que há um texto novo, seja ele sobre que assunto for. Por culpa dos Parabéns pelo trabalho que temos feito nos últimos anos. Por culpa do futebol, por culpa do amor. 

Amor? Sim, ao futebol e à escrita. Amor a quem nos acompanha, amor pelas linhas, pelas palavras e pelas opiniões. Porque como já disse por diversas vezes e em várias situações, eu escrevo sobre futebol porque não conheço outra forma de mostrar o meu amor por isto. 

E o que é que o Futebol no Feminino me trouxe? Dores de cabeça, lágrimas, ataques de pânico, ataques de choro, chatices, problemas e muita confusão? Claro que sim! Mas também me trouxe os convites que eu aceitei! Estive no Vavel, estive no R treinador, estou na Curva Belíssima, no Ambidestro, no Super Sporting, na Sporting Fans e no DaBancada. É muito trabalho? É sim, mas eu estou feliz e sou feliz assim e se hoje o sou, a este blog o devo! E se este blog existe, é por culpa vossa e assim há-de ser por muitos e longos anos! 

Um Obrigada nunca será suficiente! 



Mariana Cordeiro Ferreira