segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Shôr VAR, precisa de um desenho ?


Nunca fui contra o VAR, aliás, quem me conhece sabe perfeitamente que sei que tem os seus prós e os seus contras... Veio melhorar o futebol? Claro que sim, nomeadamente ao nível da verdade desportiva, mas com tudo, tem o seu lado mau. 

Antes de começar com o tema que me trouxe aqui hoje, quero dizer antes de mais nada, a todos aqueles que não percebem, que não há um sportinguista que seja contra a implementação. Não há. Podem procurar em qualquer canto da internet e não  vão ver um Sportinguista que seja contra isto tudo. Digo isto, porque anda praí muito adepto de outros clubes que acha que desde os últimos 3 jogos que fizemos somos contra... não somos amigos, lamento imenso. Aquilo a que somos contra é a cegueira. E agora sim, vamos ao tema que me trouxe aqui hoje. 

Não me esqueci que o tema do mês de fevereiro no Futebol no Feminino é o amor. E há sim muitas formas diferentes de amar no mundo do futebol: podemos amar um clube, uma instituição, podemos amar os jogadores e as cores, podemos amar as idas aos jogos em casa, podemos amar isso tudo, mas há uma coisa que, infelizmente, ainda continua a mexer com "o coração" de muita gente... o amor ao dinheiro. 

Não, não estou a acusar o sr Luis Ferreira do que quer que seja, porque acho que toda a gente viu o que viu e ninguém tem dúvidas de que fez um mau trabalho ontem em Alvalade. Estou apenas a mostrar o lado de cá da questão. 

E o lado de cá, é o lado dos adeptos, daqueles que viram as imagens na tv sentados no sofá, ou daqueles que como eu, viram A PALHAÇADA que se passou em pleno relvado enquanto estavam sentados na bancada. 

Tenho vergonha, muita vergonha de viver num País onde temos a Selecção de Futebol e a de Futsal Campeãs da Europa, onde temos os melhores jogadores do Mundo de futebol, futsal e futebol de praia e ter uma arbitragem digna de um país que começou a jogar a futebol há meia dúzia de dias. 

Meus queridos, a Federação Portuguesa foi fundada em 1914, faz este ano 104 anos de existência, já tem idade para pensar, para decidir e para fazer valer a sua vontade... Mas não vamos por aí... Falando da APAF, (não sabem o que é? vão ao google) essa instituição que tem como objectivo defender os juízes do jogo, eu acho muito bem que ela exista! A sério que acho! 

Acho importante que se defenda quem merece ser defendido, agora, defender quem não tem defesa possível é outra questão... Aquilo que eu, e todos, vi em Alvalade ontem vai para além do imaginável. 

O VAR serve para auxiliar o juiz da partida em algumas decisões que não podem ser vistas à 1ª... Toda a gente viu a falta? Certo, toda a gente viu também que depois da falta o Feirense voltou a recuperar a bola, certo? 

ERRADO. Toda a gente menos o Dr Luís Ferreira e os seus auxiliares. Ora, eu que sou uma mera adepta de futebol e conhecedora das regras muito por alto, sei que se a falta tiver em seguida uma recuperação de bola por parte da equipa que a sofreu, em caso de não marcação por parte do árbitro, a jogada é outra... 

Mas eu "não percebo nada disto", nem sou de cá. Limito-me a lidar com os factos e a verdade é que o Sporting felizmente ganhou e não precisou, não precisa, nem precisará nunca da "ajuda" de um árbitro ou de um VAR para isso acontecer, porque está mais do que visto que o pior cego? É aquele que não quer ver. 

Mariana Cordeiro Ferreira