segunda-feira, 30 de abril de 2018

Arsenal vs Atlético de Madrid, uma lição de eficácia





Para finalizar o mês em que falámos dos grandes jogos, decidi terminar com o jogo da primeira mão da Liga Europa, entre Arsenal e Atlético de Madrid, uma verdadeira final antecipada. 

Um jogo que se esperava equilibrado, mas que foi completamente o oposto. Um jogo onde o Arsenal dominou quase por completo, mas que terminou empatado a uma bola. 

Mas vamos começar pelo inicio. O Arsenal entrou a todo gás, ao contrário do Atlético, que entrou desconcentrado e perdido. Prova disso foi a expulsão de Vrsaljko, aos 10 minutos por acumulação de amarelos. Uma expulsão que deixou a equipa de Madrid ainda mais perdida, e que pouco depois levou à expulsão do treinador Diego Simeone por protestos.

Perante esta situação o Arsenal continuava a dominar a partida, mas sem marcar. O golo inaugural ocorreu já no segundo tempo por Lacazette. Vantagem justa, que pecava por escassa face ao domínio abissal da equipa comandada por Arsène Wenger.  

Porém, no futebol as estatísticas pouco contam, já que os golos são o mais importante.  E como quem não marca arrisca-se a sofrer. Mau alivio da defesa do Arsenal, e Griezmann, oportunista fuzilou a baliza de Ospina.

Um resultado final injusto face ao número de oportunidades desperdiçadas pelo Arsenal, onde os gunners terminaram o jogo com cerca de 76% de posse de bola face aos 24% do Atlético de Madrid. Já em termos de remates, os números também são esclarecedores: 28 para os ingleses contra 6 da equipa espanhola.

Mas que por outro lado premiou a solidez defensiva dos colchoneros, que tiveram em Oblak e Godin os seus melhores jogadores.

Para o jogo da segunda mão espera-se mais um grande jogo, onde os pormenores irão ditar qual das duas equipas será finalista. 

Não podia terminar este texto sem deixar um elogio a Arsène Wenger, que vai terminar no final desta época uma ligação de 22 anos ao clube inglês. Um treinador que recentemente tem sido um pouco contestado devido aos seus métodos, mas que implementou no Arsenal uma filosofia de jogo. Sendo detentor da melhor temporada de sempre da Premier League, onde os gunners venceram o campeonato sem qualquer derrota. 

Cristiana Ribeiro Pina