quinta-feira, 21 de junho de 2018

As promessas do Mundial

Resultado de imagem para mundial 2018

O Mundial tem a capacidade de reunir alguns dos maiores astros do futebol atual, assim como Messi, Cristiano Ronaldo, Neymar, e por aí fora, mas também consegue reunir muitas jovens promessas e é disso que quero escrever aqui hoje. 

O Mundial é a oportunidade de se mostrarem fora das suas ligas e também de representarem os seus países. Todos querem fazer boa figura e os olheiros estão atentos. É aqui que se descobrem grandes revelações ou então, se confirmam grandes promessas.

Marco Asensio, Bernanrdo Silva, Mbappé, Kimmich, Gabriel Jesus, são algumas das promessas que atuam na Mundial. Estes já vêm com o símbolo de craque colado na testa mas existem outros, alguns mais conhecidos, outros menos, mas dignos de estarmos atentos ao que podem fazer. 


Yerry Mina

Quem gosta destas andanças do futebol, de certeza que já ouviu falar deste nome. Mina é colombiano e chegou aos quadros do Barcelona em janeiro deste ano. É defesa central mas faz gosto ao pé, tendo marcado 9 golos pelo Palmeiras (clube onde jogava antes do Barça o ir buscar) em 49 jogos. 

Desde que chegou ao Barcelona ainda não marcou qualquer golo mas já jogou em 6 partidas. Pékerman tem muita esperança neste jovem craque, tendo-o levado consigo para a Rússia. 


Kelechi Iheanacho

Para quem gosta da liga inglesa, já dve ter ouvido falar deste jovem de 21 anos. Nascido na Nigéria, foi descoberto pelo Manchester City, onde acabou a sua formação. 

Em 2015/2016 chegou à equipa A onde marcou 14 golos e jogou 35 partidas. 
Apesar da boa época, o avançado acabou emprestado ao Leicester por Pep Guardiola, onde marcou 8 golos em 28 jogos.

Pela Nigéria, já leva 8 golos em 19 internacionalizações.


Alex Iwobi

Também da Nigéria e também conhecido da liga inglesa, Iwobi tem 21 anos e desde cedo (sub-9) que veste as cores do Arsenal. Em 2016/2017 subiu à equipa principal dos gunners e muitos o caracterizam como um jogador humilde, com respeito pelos mais velhos e muita vontade de aprender. 

Wenger é um grande admirador de Iwobi e com ele realizou quase 80 jogos nas últimas duas épocas. É de referir que, apesar de ter chegado ao Arsenal com 9 anos, o jogador nigeriano nunca foi emprestado. A sua perseverança e trabalho duro, ajudaram Alex Iwobi a chegar onde está hoje.


Estes são apenas 3 das variadas promessas que podemos encontrar nestes dias na Rússia mas nomes como Zivkovic (Sérvia), Christensen (Dinamarca), Embolo (Suíça), Werner (Alemanha) são outros nomes que vão dar que falar e é preciso estar atento.